#Entretenimento: 7 Filmes de 2017 Que Precisas De Ver

Sei que já passamos pela primeira metade de 2017 há mais de um mês, MAS isso não significa que não posso partilhar contigo os melhores filmes que saíram até agora, na minha opinião.

12_-_3arp0tf

Então, vamos diretos ao assunto:

  • Hidden Figures

Janelle Monáe… Taraji P. Henson… Octavia Spencer…

Três mulheres e atrizes extraordinárias que fizeram um trabalho maravilhoso neste filme.

Então… Do que que se trata? Este filme situa-se na época da Guerra Fria, onde os EUA e a União Soviética estavam a disputar uma corrida espacial… Ao mesmo tempo, o filme retrata sobre o racismo existente, não só na sociedade americana, como também no local de trabalho destas três mulheres: NASA. Todas as funcionárias negras são obrigadas a trabalhar num departamento à parte… Existem casas de banho para os negros e para os brancos e até para beberem água, tem uma fonte para os brancos e outra para os negros. Isto é um problema que é bem realçado no filme através da interpretação destas três grandes amigas, que tentam ser valorizadas pela sua competência, dia após dia, enquanto batalham contra o preconceito de modo a conseguirem subir na sua carreira.

Este é um filme fantástico por várias razões.

É baseado numa história real.

A interpretação feita pelo cast está super bem feita.

O incrível desta história é que enquanto todos estavam à procura das respostas necessárias para ascenderem na corrida espacial, mal sabiam que tinham as chaves para o sucesso mesmo debaixo do seu nariz.

  • Split

Eu vi este filme no cinema e só depois é que descobri que ele fazia parte de uma saga.

O primeiro filme chama-se Unbreakable e pronto, caso não o tenhas visto, é importante veres, pelo menos, um resumo ou whatever, porque o fim do Split pode ser um pouco do tipo “quem é este homem?”.

Do que que se trata? Então, no inicio do filme, três melhores amigas são raptadas por Kevin, um homem que possui 23 personalidades diferentes dentro do seu corpo. Ele consegue alterná-las quando quer, transformando-se numa pessoa totalmente diferente! As três raparigas são presas num quarto e tentam encontrar alguma forma de escapar ao mesmo tempo que vão conhecendo as várias personalidades daquele homem, incluindo uma que ainda está por aparecer: The Beast.

Apesar de ser classificado como um filme de terror, eu considero um filme de Suspense.

Há partes que vão fazer-te saltar da cadeira, mas não é nada que seja muito muito assustador.

O filme é bastante interessante, porque também somos convidados assistir algumas consultas do Kevin com a sua psiquiatra e isto faz-nos pensar:

O que ele sofre é uma doença real

Há pessoas que sofrem de múltiplas personalidades e de certa forma, é assustador como o nosso cérebro pode ser programado para tal coisa… programado a guardar tanta informação e pormenores de cada personalidade que está dentro de apenas um corpo!

  • Fast And Furious 8

Mesmo que a ausência do Paul Walker seja evidente neste filme, posso garantir que os produtores e o cast inteiro deram de tudo para tornar este projeto brutalíssimo.

Do que que se trata? Então, o filme começa com o Dom e a Letty a curtir a sua lua de mel na capital de Cuba, Havana. Tudo parece que está a correr bem até que quem decide aparecer? Freaking beautiful, but deadly CipherDe alguma forma, que eu não posso mencionar se não spoilo o filme, ela consegue chantagear Dom a trair os seus amigos e a passar ajudá-la para obter umas coisas nucleares que podem dominar o mundo inteiro. Então, Letty pede ajuda aos seus velhos amigos para que consigam enfrentar Cipher e recuperar Dom.

Eu não fiquei nem um pouco desiludida.

As mentiras continuam lá, não se deixem enganar! Mas, os efeitos especiais e qualidade dos gráficos deste filme…. estão tão over the top!

A representação está on point e a comédia está melhor que nunca, porque o maravilhoso Tyrese nunca desilude.

O que posso dizer mais? Este filme está brutalíssimo.

A porção de ação, de drama e de comédia está na perfeição. Eles conseguiram mesmo equilibrar o filme da melhor maneira possível.

E apesar do Paul não estar connosco neste filme, é fácil perceber que a sua presença não é deixada de parte pelos seus companheiros.

A pequena homenagem feita à sua personagem, Brian,  faz qualquer pessoa ficar com uma pequena lágrima no canto do olho.

  • Rings

Eu sou uma caganiça quando a questão é filmes de terror, mas, por alguma razão,

eu não consigo parar de vê-los.

Há qualquer coisa na adrenalina de quase cuspir o meu coração para fora do meu corpo que deixa-me intrigada por eles.

Então, sabem aquela menina que anda que nem uma aranha e tem o seu cabelo preto e comprido a tapar a sua cara? Samara é o seu nome e ela vem desta saga.

Portanto… Do que que se trata? Julia, namorada de Holt, fica preocupada quando descobre que o seu namorado viu o vídeo misterioso que carrega a lenda urbana da Samara. Lenda diz que o vídeo é capaz de matar quem o assistiu depois de sete dias. A única maneira de salvar a pessoa que visualizou o vídeo é fazer uma cópia do mesmo e mostrar a outra pessoa. Então, o que que a Julia fez pelo seu namorado? Fez uma copia e viu o vídeo de maneira a salvar a vida dele. Que romântico, né? (rolling eyes emoji.). Agora, a missão dela é tentar encontrar outra pessoa, um “seguidor” para carregar a sua maldição… As coisas que normalmente acontecem no espaço de sete dias aos visualizadores, com a Julia acontecem de forma diferente. Com ajuda de um professor, ambos vão tentar entender o que se está a passar com a sua maldição.

Este filme retrata a lenda urbana da Samara mas num nível completamente diferente.

Eu vi este filme sem ver os anteriores, mas depois quando cheguei a casa, ganhei um pouco de coragem e vi os outros. Com base nisso, posso dizer que este filme é um pouco diferente dos outros, porque eles mexeram um pouco com a história da Samara. Parece que foi mais um remake do que um “The Ring 3“.

Talvez seja por isso que chamaram o filme Rings.

Anyways, o nível de terror do filme não está por ali além, mas a história está muito bem feita… e o plot twist final deixa-te de boca aberta.

  • Get Out

Este filme foi, sem dúvida, a minha surpresa de 2017.

Quando fui vê-lo ao cinema estava com a mente feita de que este filme ia ser uma bosta! O que posso dizer? O trailer não me cativou assim tanto. Mas, por insistência do meu irmão e da minha cunhada, decidi ir com eles, só para depois ter o gosto de dizer:

“Eu avisei.”

Bem, o meu plano foi por água abaixo quando saí do cinema.

Do que que se trata? Chris, um rapaz negro, namora com a Rose, uma rapariga branca. O filme começa com ambos a prepararem-se para irem passar um fim de semana em casa dos pais da Rose pela primeira vez. Quando chegam lá, a família começa a agir de forma estranha com o Chris. Eles não eram rudes, mas sim, extremamente simpáticos… Tipo demasiado simpáticos, o que acabava por ser um pouco creepy. Os pais da Rose viviam com o seu filho mais velho e dois empregados negros. Estes empregados agem de forma super estranha, basta olhar para eles de modo a ver que algo está errado. No entanto, Chris leva o ambiente estranho como apenas uma maneira da família lidar com o primeiro relacionamento interracial da filha, só que com o tempo, Chris percebe que a família esconde algo muito mais perturbador.

Gente… Eu fiquei de boca aberta com este filme.

Eu, juro, até mais de metade do filme, não estava entender o que raio se estava a passar. Mas depois, ouve aquele pequeno twist e TUDO fez sentido.

Foi 0 to 100 nigga real Q-U-I-C-K!

Depois de vermos o filme, foi bastante irónico olhar à volta e vermos que éramos os únicos negros da sala de cinema…

  • Everything Everything

Vi este filme na noite passada e fiquei completamente apaixonada.

A minha pequena Rue está tão grande.

Do que que se trata? Então, Maddie, representada por Amandla Stenberg, é uma rapariga diagnosticada com SIC (Síndrome da Imunodeficiência Combinada) desde pequena. Devido à sua doença, o seu corpo não é capaz de combater contra vírus e bactérias presentes no mundo exterior. Por isso ela tem que ficar dentro de uma casa, especialmente construída pela sua mãe para tomar conta das necessidades da Maddie. No dia do seu 18º aniversário, uma nova família muda-se para a casa do lado e é aí que aparece Olly, representado por Nick Robinson, que se sente imediatamente intrigado pela Maddie ao vê-la pela janela. Ambos apaixonam-se, mas como é que eles vão conseguir viver um romance sem se tocar?

Eu amei tanto este filme.

A química que existia entre os dois era tão bonita e a forma como os produtores exploraram a imaginação da Maddie foi, também, incrível.

Não posso falar muito, porque não quero spoilar o filme a ninguém, mas quero dizer que fiquei bastante satisfeita com ele.

Mais um filme de romance para a minha lista de favoritos.

  • Colateral Beauty (Este filme é de Dezembro de 2016, mas achei que merecia um lugar neste post. I mean… Por um mês? C’mon.)

Love, time, death.
These things connect every human being.

We long for love. We wish we had more time. And we fear death. – Howard

Só de escrever o título dá-me vontade de chorar rios.

Do que que se trata? Howard, interpretado magnificamente pelo Will Smith, é um homem que perdeu o sentido para a sua vida, depois de sofrer uma tragédia pessoal. Ele já não é o empresário que era, já não é o amigo que era e já não é o homem de família que era. Agora, ele vive sozinho, preso entre as quatro paredes do seu apartamento. Não come, não bebe, não convive com os seus antigos amigos… Para afogar as suas mágoas, ele escreve cartas, não para pessoas, mas para coisas: a Morte, o Tempo e o Amor.

Howard sente-se confuso quando as suas cartas são respondidas por essas três partes do universo… As três personagens vão tentar ensinar de novo a Howard o verdadeiro valor da vida.

Este filme é uma obra prima. Ponto Final.

A dor que o Will Smith consegue transmitir por meio da sua personagem é tão crua.. tão real. Para mim, foi uma das melhores representações dele…

Talvez até a melhor.

Numa entrevista, ele disse que tudo o que pôs naquele papel foi real, porque ele gravou este filme na altura em que perdeu o seu pai. Portanto, os sentimentos de luto ainda estavam muito frescos… Então, foi muito fácil depositar sentimentos verdadeiros. Foi, também, a melhor maneira dele entender que a morte não é o fim. Pode ser um fim físico, talvez nunca mais veremos a pessoa que perdemos. Mas psicologicamente? Espiritualmente? Ela está sempre connosco. Na nossa mente, em tudo o que vemos, em tudo que sentimos… Ela está connosco.

 

Notas Finais:

white-marble-background-6163

E é tudo por hoje!!!

Deixo, assim, convosco as minhas sete recomendações de filmes de 2017.

Bom, deixem sempre as vossas opiniões e sugestões na caixa de comentários.

Caso tenham gostado do artigo, metam um like e sigam o blog!

Se estiveres aqui por mero acaso e não tens conta no WordPress, podes sempre clicar no botão Menu e subscrever-te ao blog via e-mail. Dessa forma, recebes sempre um e-mail a cada post.

Obrigada a todos!

Vejo-vos da próxima vez que publicar,

bye-gif-15

Bye!

 

Advertisements

3 thoughts on “#Entretenimento: 7 Filmes de 2017 Que Precisas De Ver

    1. Eu nem tenho palavras para descrever como eu me sinto em relação ao filme Colateral Beauty.
      É o MEU favorito de todos os tempos… Obrigada pela visita e pelo comentário 😉 Beijinhos!

      Like

  1. Olá como estão?. Eu leio seus comentários e sinto que história é boa, mas o que Realmente faz a diferença é a participação de Oliver Platt neste filme, já que pela grande experiência que eles têm no meio da atuação fazem com que os seus trabalhos sejam impecáveis e sempre conseguem transmitir todas as suas emoções, inclusive aqui: Refém Do Miedo vão passar na TV, por se acaso você não tenha visto, essa será uma excelente oportunidade e garanto que você não irá se arrepender.

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s